sábado, 14 de janeiro de 2012

Um Dia!

Um Dia quero acordar
Olhar pela janela e ver
Com o sol lindo a raiar
Pronunciando um novo dia
Que em uma simples atitude
Pode ser o melhor ou o pior
Nossas vicissitudes são frutos
De nossas escolhas e valores
Mas sempre procuramos culpar
Aquele que não tem culpa
Em sua perfeição e Amor
Em sua infinita justiça e bondade
Deus não nos deixa desamparados
Mesmo tendo levado o ônus indevido da culpa.
Pensem nisto, nossa vida é reflexo de nossas escolhas do passado.