quinta-feira, 22 de abril de 2010

Sementes da Alegria

Eles vieram devagarzinho.
Andando, falando  baixinho.
Com vergonha de seus narizes.
Vermelhos, mas de olhos felizes.
Foram fazendo palhaçadas e rindo, rindo sozinhos.
Foi quando viram muitos pequeninos.
Olhando e sorrindo com a alma, felizes.
Neste instante, palhaços ou não ficaram de cara!
Suas almas cresceram e pensaram...
Crianças felizes com sorriso estampado na cara!
As sementes foram plantadas nos que ficaram.
O amor crescerá bem enraizado em suas almas.
Florescerá em seus corações flores que batem palmas.
Para quando Homens e Mulheres se tornarem.
Sementes da Alegria plantarão para formarem.
Uma floresta de Amor, cheia bela e perfeita nas suas almas.